Londres é, sem dúvida, a capital que abraça a maior diversidade de povos no mundo! Encontramos por aqui (porque estou em férias), europeus, asiáticos, americanos, árabes, africanos, e o que mais tiver. Acredito que por essa diversidade, as festas de natal e ano novo tenham características um pouco diferentes do nosso querido Brasil. Listarei aqui as que me chamaram mais a atenção:

1 – As pessoas não frequentam os shoppings centers para comprar os presentes. Isso mesmo, os shoppings centers servem de local de entretenimento, onde se leva toda a família para passar o tempo, pois frequentar os locais não cobertos é quase impossível devido às baixas temperaturas. Além disso, os preços em lojas nos shoppings são mais caros.

2 – A decoração de Natal restringe-se aos bairros e locais onde há predominância de cristãos, pois povos de outras crenças não comemoram a data. Para se adequar ao público e não deixar ninguém descontente ou desconfortável, as grandes redes que possuem lojas de bairros, adequam seu visualmerchandising a partir da população local.

3 – E o último ponto, que é um dos mais polêmicos entre os varejistas brasileiros, diferente do varejo americano, para trocar seus presentes as pessoas precisam apresentar o cupom fiscal, com validade de troca entre 14 e 30 dias. Essa informação é registrada no verso do cupom. Sem cupom e prazo, o produto não é trocado.

Viajar é sempre bom, em férias então, melhor ainda. Todo momento é uma oportunidade de aprendizado. E como foi a primeira vez que passei as festas em outro país, resolvi compartilhar as minhas percepções nesse primeiro post de 2016.

Grande abraço e um 2016 abençoado!

iStock_000020352198_Large